Você está em:

Dúvidas Frequentes

Tem dúvidas? Veja abaixo as perguntas mais frequentes, se nenhuma delas responder sua(s) dúvida(s) acesse a nossa área de contato.

Produto

Pão de ló esta ficando muito seco? abrir

Verificar se esta assando demais olá temperatura do forno esta muito branda. Também pode ser excesso de batimento. Utilize sempre as informações das embalagens.

O que diferencia a farinha Reserva Especial das demais? abrir

A Farinha Dona Benta Profissional Reserva Especial é puríssima porque é elaborada com trigo selecionados e de origem controlada, com elevado grau de pureza e cor. Ideal para preparar pães de alta qualidade que atendem aos mais exigentes padrões. Apresenta uma maior absorção de agua cerca de 60%. Excelente resultado em pães de longa fermentação.

Quais Produtos posso fazer com a Mistura Dona Benta Profissional Pão Doce? abrir

A mistura facilitará sua produção na padaria, pois você pode fazer pães macios como pão doce, roscas, tranças entre outros produtos. Use a criatividade!

Posso fazer pães de longa fermentação com a Mistura Pão francês? abrir

Sim, pode! A mistura Dona Benta Profissional Pão Francês apresenta um padrão de qualidade superior proporcionando pães de excelente qualidade. Pode ser utilizado em fermentação padrão e longa fermentação.

Posso fazer qualquer salgado com a farinha Dona Benta profissional? abrir

Você pode fazer diversos tipos de salgados tais como risoles, Coxinhas, empadões, croquetes e outros salgado assados ou fritos.

Como posso diferenciar minha massa de pizza? abrir

Farinha de Trigo para Pizza Dona Benta Profissional você terá uma massa de fácil manuseio e extensibilidade. E para fazer massas diferentes você pode acrescentar na massa ervas aromáticas como orégano, manjericão, alecrim ente outras além de azeite. Fica uma delicia!

O que devo fazer para o pastel não abrir durante a fritura? abrir

Pincele as bordas da massa com água ou clara de ovo, assim você evita abertura durante a fritura.

Fermentos Biológicos Fresco e Instantâneo Dona Benta Profissional: quais as diferenças? abrir

São o mesmo produto, porém o fermento instantâneo Dona Benta Profissional possui uma umidade menor , aprox.4% contra 70% do fresco. O fermento instantâneo dona Benta pode ser armazenado à temperatura ambiente. A validade do fermento instantâneo é de 2 anos e a do fermento fresco é de 45 aproximadamente.

O que é levedura Saccharomyces Cerevisiae? abrir

É o microorganismo utilizado para a fabricação de fermento biológico. Ela se alimenta do açúcar na massa. Produz gás carbônico que formará a estrutura do miolo e o volume do pão. As substâncias aromáticas produzidas colaborarão para o aroma e sabor do pão.

Em que tipos de produtos posso utilizar o Creme Confeiteiro Dona Benta Profissional? abrir

Em recheios e decorações de pães doces. Em recheios de torteletas de frutas, bombas, Folhados e mil folhas, etc. Você também pode substituir o leite por água para fazer geléia de brilho. use e abuse da sua criatividade adicione sucos de frutas para ter recheios de sabores diversos.

Processo

Porque minha massa não está fermentando? abrir

Verificar se a quantidade de fermento está correta. Observar a data de validade do fermento. A temperatura da massa deve estar acima de 26ºC. temperaturas baixas do ambiente ou da câmara de fermentação também retardam o crescimento. Sempre ter o cuidado de não colocar o sal junto com o fermento. Verificar se não há excesso na quantidade de sal.

Meu pão está com odor forte, o que pode ser? abrir

Pode ser uma fermentação muito curta, daquelas que agente tem pressa, enche de fermento a massa para o pão chegar mais rapido o ponto dai o fermento não tem tempo de tabalhar a massa e ela fica com cheiro e gosto da farinha . A tempreatura da massa deve esta no maximo em 30 °C . Verificar se o tempo de crescimetno de massa não esta excessivo. observar o odor dos ingredientes adicicionadas a massa.

Como saber o tempo exato de batimento de minha massa? abrir

O ponto de batimento ideal pode ser identificado através do Ponto de Véu. Assim que a massa alisa na masseira, deve-se retirar um pedaço de massa, bolear e achatar apertando entre as palmas das mãos. Deve-se então esticar esta massa até que ela fique bem fina e transparente como um véu, sem rasgar. Quando este ponto for alcançado, a massa já pode ser retirada da masseira, seguindo-se o descanso de mesa; Caso o Ponto de Véu não for atingido, o batimento deve continuar.

Por que o meu pão está ficando ressecado/esfarelando? abrir

Reduzir o tempo de cozimento. Verificar se o tempo de fermentação não está excessivo. Verificar se o tipo de massa necessita de vapor no forno. Se necessário, aumentar a quantidade de água da receita. Observar se a quantidade de melhorador da receita está correta. Tirar a massa na faixa de temperatura de 26 à 30ºC. Pode ser também farinha fraca.

Como evitar que bolo fique solado? abrir

Evitar excesso de batimento. Verificar a temperatura do forno se está adequada. Verificar se o tempo de cozimento está suficiente. Observar se o balanceamento dos ingredientes da receita está correto

Meus pães estão ficando abaixo do peso, o que devo fazer? abrir

Observar se está utilizando balança e/ou divisora. Verificar se a pesada de massa está correta. Evitar ressecamento da massa durante a fermentação. Verificar se há excesso no tempo de cozimento. Se necessário, aumentar o peso de massa.

Por que meu pão está ficando com miolo muito aberto? abrir

Verificar se a quantidade de fermento da receita está correta. Trabalhar com a massa na temperatura até 30ºC. Observar a regulagem da modeladora. Evitar que a massa passe do ponto de fermentação.

Por que o pão francês não abre pestana? abrir

Verificar se a ponto de formação da massa foi bem desenvolvido na masseira. Checar a qualidade da farinha de trigo (força). Evitar trabalhar com massa quente (acima de 30ºC). Dar descanso de mesa. Evitar excesso de fermentação no armário. O forno não deve estar frio nem muito quente. Verificar se há excesso de vapor.

O que faz a costura / emenda do pão rasgar? abrir

Aumentar a quantidade de água da receita, evitando massa firme. Farinha muito forte. Evitar modelagem muito justa. Arrumar a costura para baixo na modelagem. Não fornear massa com pouco tempo de fermentação. Evitar o ressecamento da massa durante a fermentação no armário. Verificar a quantidade de vapor no cozimento.

Panificação

Pão muito ressecado abrir

Aumentar a quantidade de gordura. Evitar fermentação excessiva. Controlar umidade da câmara de fermentação. Aumentar a vaporização no forno. Aumentar a quantidade de açúcar.

Pão mofando rápido abrir

Verificar higienização do local e na manipulação dos alimentos. Diminuir a temperatura do forno e aumentar o tempo de cozimento se o pão estiver mofando muito. Utilizar Antimofo na dosagem recomendada. Embalar o produto somente após resfriar. Verificar se o local é bem ventilado.

Pão com sabor e aroma azedo abrir

Verificar se a farinha ou mix está vencida. Verificar as condições e data de validade do fermento em uso. Evitar fermentações excessivas. Verificar se há excesso de fermento na receita. Evitar o uso de sobras de massas e ajustar o tempo de fermentação.

Pão sem brilho abrir

Aumentar a vaporização. Evitar corrente de ar durante o crescimento da massa.

Pão sem sabor abrir

Verificar se a quantidade de sal na receita está baixa.

Pão com peso abaixo do estimado abrir

Verificar a pesagem da massa. Evitar fermentação em excesso na mesa e no armário. Verificar se há falha na etapa da divisão. Evitar o ressecamento da massa durante o crescimento. Reduzir o tempo de forneamento e aumentar a temperatura do forno.

Pão agarrando na fôrma abrir

Verificar se as formas estão sendo suficientemente untadas. Evitar excesso de umidade na câmara de fermentação. Não trabalhar com a massa muito mole. Não utilizar assadeiras molhadas. Ao adquirir assadeiras novas, queimá-las antes da utilização.

Pão francês não está trincando / estalando abrir

Verificar se a vaporização está adequada. Evitar o ressecamento da massa durante o crescimento. Verificar se quantidade de sal é adequada. Aumentar o descanso na mesa. Deixar o pão resfriar em carrinho aberto.

Pão rasgando na costura abrir

Aumentar a quantidade de líquido. Evitar fornear a massa fresca. Reduzir a quantidade de óleo no manuseio da massa. Evitar modelagem muito justa. Direcionar a costura entre a massa e a fôrma. Aumentar o tempo de fermentação. Verificar se a massa está ressecada.

Pão com forte odor de fermento abrir

Verificar se houve excesso de fermentação. Evitar trabalhar com massa quente. Verificar datas de validade dos ingredientes. Verificar se há excesso de fermento.

Pão com superfície irregular abrir

Verificar se rede de glúten foi bem desenvolvida. Dar descanso de mesa. Verificar se houve boa distribuição do fermento na massa. Verificar se o tamanho da forma é adequado para a quantidade de massa.

Pão com casca grossa abrir

Evitar excesso de cozimento. Aumentar o tempo de descanso de mesa. Reduzir o tempo de cozimento. Verificar a vaporização. Verificar se o tempo de fermentação foi suficiente. Substituir parte da água por leite (pão de forma). Desenvolver mais a massa na se

Pão com manchas no miolo abrir

Diminuir a temperatura da massa. Verificar se há excesso de óleo na mesa durante a modelagem. Controlar a umidade da câmara durante o crescimento da massa. Utilizar menos farinha na modelagem.

Pão com buracos abaixo da casca abrir

Utilizar farinha de força mais elevada no caso de pães grandes e de força menor para pães pequenos. Reduzir a temperatura do forno. Verificar se o desenvolvimento da massa na masseira está sendo suficiente. Verificar se a temperatura da massa está na faixa

Pão com retração nas laterais abrir

Utilizar farinha menos forte. Verificar se a quantidade de reforçador é adequada. Diminuir a temperatura da massa. Aumentar o tempo de descanso na mesa. Aumentar o tempo de forneamento.

Pão rachando abrir

Aumentar o tempo de desenvolvimento da massa. Evitar o ressecamento da massa ao final do crescimento. Reduzir a quantidade de farinha utilizada no amassamento e na modelagem. Utilizar vapor no forneamento. Diminuir a temperatura inicial de forneamento.

Pão com buracos no miolo abrir

Reduzir a temperatura da massa. Usar farinha mais forte. Evitar fermentação excessiva. Não usar excesso de sobras de massa. Verificar se a dosagem de fermento não está alta. Evitar desvios de temperatura antes da modelagem. Minimizar o uso de óleo durante

Pão cresceu demais abrir

Utilizar uma farinha menos forte. Diminuir a dosagem de fermento. Trabalhar com a temperatura da água mais baixa. Verificar a quantidade de sal. Diminuir a quantidade de massa na fôrma. Diminuir o tempo de crescimento da massa. Verificar temperatura do forno.

Pão cresceu pouco / sem volume / massa fraca abrir

Usar uma farinha mais forte. Verificar se o fermento está dentro da data de validade. Verificar se os outros ingredientes estão dentro da data de validade. Aumentar a temperatura da água se a massa estiver muito fria. Verificar se a vaporização é suficiente.

Pão com as laterais enrugadas abrir

Usar farinha mais forte. Trabalhar com a massa mais enxuta. Aumentar o tempo de mistura dos ingredientes. Diminuir a temperatura do forno. Aumentar o tempo de forneamento.

Pão murchando abrir

Usar farinha mais forte. Verificar se não há excesso de fermento. Aumentar o tempo de cozimento, reduzindo a temperatura do forno. Aumentar o descanso de mesa. Verificar se não há excesso de vapor. Aumentar a dosagem de reforçador. Reduzir a quantidade de água. Aumentar o tempo de batimento da massa. Evitar que o pão permaneça em caixas ou ambientes fechados após o forneamento. Apertar a modelagem da massa. Reduzir o tempo de crescimento.

Pão não abre pestana abrir

Usar farinha mais forte. Verificar se não há excesso de fermento. Aumentar o tempo de cozimento, reduzindo a temperatura do forno. Aumentar o descanso de mesa. Verificar se não há excesso de vapor. Aumentar a dosagem de reforçador. Reduzir a quantidade de água. Aumentar o tempo de batimento da massa. Evitar que o pão permaneça em caixas ou ambientes fechados após o forneamento. Apertar a modelagem da massa. Reduzir o tempo de crescimento.

Pão não está corando abrir

Aumentar a dosagem de reforçador. Verificar se não houve excesso de fermentação. Adicionar açúcar (para pão francês em torno de 1%) ou aumentar a quantidade. Diminuir a temperatura da massa (aprox. 30° C). Diminuir o tempo de crescimento da massa.

Pão com pontos brancos na superfície abrir

Usar menos água. Evitar excesso de batimento. Aumentar o tempo de mistura dos ingredientes. Reduzir o volume de fermentação. Reduzir a umidade ao final do crescimento. Evitar o ressecamento da massa ao final do crescimento.

Miolo áspero ou poroso abrir

Aumentar a dosagem de reforçador. Estender o tempo de batimento. Diminuir a temperatura da massa. Dar tempo de descanso à massa. Apertar a modelagem dos pães. Encurtar o tempo final de fermentação.

Pão esfarelando abrir

Observar se não há excesso de fermentação ou adição de sobra de massa. Verificar se não há excesso de fermentação na massa ou no armário. Aumentar a quantidade de água na receita. Controlar a umidade da câmara ou carrinho. Reduzir o tempo de cozimento.

Pão com bolhas na casca abrir

Verificar se não há excesso de vapor. Verificar se o tempo de batimento é suficiente para formação do ponto de véu. Verificar se a massa foi mal cilindrada, fazendo a correção do ponto do cilindro. Não trabalhar com massa quente (ideal aprox. 30°). Aumentar o tempo de descanso na mesa. Não trabalhar com o modelarodara frouxa. Evitar excesso de ferementação e também excesso de umidade. Verificar excesso de umidade, no caso de camara fria de um dia para o outro.

Pão com a cor da casca acizentada abrir

Verificar se não há excesso de fermentação. Evitar excesso de óleo na modelagem. Verificar se a massa não está ressecando durante a fermentação. Aumentar a temperatura do forno. Diminuir o tempo de cozimento. Aumentar a quantidade de vapor.

Pão corando muito abrir

Evitar adicionar sobras de massas doces. Reduzir a quantidade de açúcar. Aumentar o descanso na mesa. Verificar se a fermentação está sendo adequada. Reduzir a temperatura do forneamento.